quarta-feira, 28 de maio de 2014

Uma parte dessa história é assim...

E eu percebi que do jeito que eu queria não dava pra ser.
De que adiantava lhe obrigar? Implorar... Exigir...

Ah.... Se você tivesse resolvido tudo isso antes...
Seria a prova perfeita de amor...

Mas agora?
Já não tem mais o mesmo peso.
Já não tem o mesmo valor.

Teria que ter acontecido..
Teria que ter sido expontâneo...
Seria tão bonito!

Agora????
Só porque estou pedindo? Ou ameaçando lhe deixar?
Então... andei pensando que não quero que faça nada. 
Faria pelo medo de me perder?
Assim não seria pelo amor.
Se bem que sei que vc, como sempre, não vai fazer nada...
Está no seu tempo, analisando, planejando, pensando, resolvendo.. Com calma....


Eu me pergunto todos os dias como fui me meter nisso...

Na verdade, eu sei: É que no início foi só uma aventura...
Eu jamais imaginei que fosse me envolver desse jeito.
Mas, quando vi já estava enrolada dos pés à cabeça...
Enredada em sua teia...

E não consigo sair...

Queria muito... Mas é mais forte que eu.

Aí fico aqui parada... Esperando....

Que situação!
Se eu visse de fora, diria: Humilhante, degradante...

Perto de você não sou nem de longe o que sou de verdade.
Perco o chão, perco a força, perco o valor, perco minha identidade.

Aquela que os outros aplaudem; você domina, castra, mina, subjuga.
Você me tira as forças.
Mas eu fico... Continuo ficando... Esperando....










Nenhum comentário: